Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019

Thales Kroth de Souza

Thales Kroth de Souza é profissional de serviços financeiros, graduando em Gestão Financeira e Administração pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos, voluntário na ONG Parceiros Voluntários, gaúcho de coração, solteiro, amante de corrida, gostar de malhar, leituras e manter-se informado.

Ver todas as colunas

A construção de um relacionamento



A sua imagem é o cartão de visitas para um relacionamento. Dependendo de qual empresa, negócio ou pessoa você precisa se portar ou transparecer de acordo com o ponto de vista dela. Assim como um jogador de futebol se veste apropriadamente de calção, chuteira, meia compridas e camisa da marca simboliza, de acordo com sua profissão terá de passar a imagem da empresa e é aí que a construção do relacionamento começa.

Em uma entrevista para uma vaga na área de tecnologia da informação ou de marketing é natural estar mais "a vontade", pois a emprea deseja que seus funcionários sintam-se assim para dar o melhor em seu trabalho. A construção de um relacionamento começa na imagem interposta desde a entrevista ou reunião com clientes, quando a empresa que vai adquirir seus serviços começou a lhe conhecer. É um fato que antes da empresa, o cliente ou fornecedor realizar perguntas sobre algum acordo (prestação de serviços, por exemplo) você já conheça seu cliente antecipadamente. Quem dá um passo para o aprofundamento desse relacionamento, dá um passo para o fechamento do negócio.

Muitos recrutadores em uma entrevista de emprego procuram candidatos que já saibam qual a área que querem atuar e suas contribuições para a empresa que se candidataram, essa posição a saber é o início da construção de um relacionamento, para tornar-se sólido é necessário o candidato conhecer o setor onde a empresa atua, algumas informações em jornais são válidas para isso, assim, o candidato começa estabelecendo seus serviços convenientes para quem o recrutar.

Tratando-se de uma venda, e muitos vendedores procuram ferramentas para tornar a venda mais atrativa, o vendedor precisa oferecer um bom atendimento para seu cliente, suporte, análise externa baseando-se no mercado e de como a empresa parceira irá contribuir para essa venda, isso é um pós-venda, e não deixa de ser o mantimento do relacionamento inicial.

A imagem de um setor pode haver manchas de ações de algumas pessoas por atitudes falhas. Os negociadores, funcionários e pessoas ligadas aos relacionamentos, não podem deixar-se abater por isso, pois há relacionamentos de décadas que precisam ser preservados para a continuidade do avanço de negócios corporativos. Assim como máquinas podem ocupar vagas de pessoas em trabalhos manuais pela diminuição de custos, a persistência na atualização, mostrando a importância de sua diferenciação na empresa que pode ocorrer, é uma venda atendendo a pedido de um cliente, alimentando o desejo interno de crescimento. Essas alianças que tornam relacionamentos sólidos e importantes para os negócios.

Mesmo que a matéria corruptiva das ações falhas alcancem alturas inimagináveis, os relacionamentos não podem se perder e é necessário um trabalho contínuo para a retenção ou aprimoramento das relações entre clientes, fornecedores e funcionários. Quem age de maneira positiva e buscando alternativas nesse favorecimento está a frente das situações e possui um crédito maior no mercado. Quem tem essa percepção são colecionadores de saudáveis relacionamentos.

 

Envie para ksthales@gmail.com dúvidas, informações, sugestões e comentários.












Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.