Sábado, 23 de Junho de 2018

Victor Barboza

Victor Barboza é fundador da GFC - Gestão Financeira Criativa e atua com Educação Financeira e Gestão Financeira de pequenos negócios

Ver todas as colunas

Ovos de Páscoa ou Ovos de Ouro?



A Páscoa está chegando e, desde o Carnaval, já vemos seções especiais em lojas e supermercados destinados aos famosos ovos de Páscoa. Existem países que não têm esse hábito, mas, em alguns países, como é o caso do Brasil, a troca de ovos de Páscoa é algo bastante presente.

História

Já há muitos séculos antes do nascimento de Cristo, no Equinócio da Primavera (que celebrava o final do inverno) em 21 de Março, alguns povos realizavam a troca de ovos. Para obter uma boa colheita, os agricultores acabavam enterrando os ovos em terras de cultivo. Em algumas culturas, o ovo carrega o significado do formato do Universo.

A partir do momento em que a Páscoa Cristã passou a ser celebrada, o cristãos passaram a simbolizar o ovo como um símbolo da ressureição de Jesus Cristo. Inicialmente, pintavam-se ovos ocos de galinha com cores alegres, para comemorar a data. Esse costume é comum até hoje em alguns países.

Em alguns países, foram criados ovos de chocolate para serem trocados na Páscoa. Esse costume veio da França, onde passaram a rechear os ovos de galinha com chocolate, e pintando-os por fora. O que era algo simples e totalmente artesanal, virou uma verdadeira febre.

Falta de Padrão

Quem compra ovos de Páscoa no Brasil já deve ter percebido que não é tão simples escolher o produto. Cada vez mais existem mais marcas, produtos, sabores, recheios, tamanhos e pesos. As marcas fazem os pesos que bem entendem, dificultando a comparação entre os ovos. Há também uma numeração, que não é padronizada, sendo um código próprio da marca. O INMETRO exige que os fabricantes informem o peso líquido (peso do chocolate apenas) e o peso bruto (peso total com embalagem e brinde) nas embalagens.

Altos Preços

No Brasil, os ovos passaram a fazer, cada vez mais, parte da Páscoa dos consumidores. Por ser um produto pontual, específico de uma época do ano, e que tem demanda pelo mesmo, entramos em dois conceitos da Economia. É através das Leis da oferta e da procura, é possível entender a resposta em relação à alteração dos preços. No caso da Páscoa, como a demanda pelos ovos é alta, o preço sobe. Em paralelo a isso, o conceito de elasticidade é usado para medir a reação das pessoas frente a mudanças em variáveis econômicas. Há alguns casos em que os consumidores reagem bastante quando um preço é alterado (demanda elástica), enquanto há casos em que a alteração dos preços não afeta no consumo (demanda inelástica). Por exemplo, arroz é um bem que o brasileiro precisa ter em sua mesa, por isso, independente do preço, acaba comprando este no supermercado. Já um produto como um molho especial, não sendo fundamental na mesa do brasileiro, acaba sendo mais consumido quando o preço está em baixa e menos consumido quando o preço está em alta.

No caso dos ovos de Páscoa, mesmo aumentando o preço, muitos dos consumidores continuam comprando os produtos, pelo valor agregado que estes apresentam. Eles deixam de ser meros doces de chocolate e passam a ser um presente. Ao contrário do Natal, onde o número de possibilidades de presentes é bem maior, na Páscoa já há uma restrição maior, que “força” o consumidor a escolher o ovo.

De acordo com as empresas fabricantes de chocolate, os ovos de Páscoa estão 3% mais caros este ano do que no ano passado. Em comparação, a inflação teve um aumento similar, na casa dos 2,95%. Esse aumento não foi maior por conta da crise que afetou a economia do país recentemente, que impactou pesadamente no bolso dos brasileiros. Mesmo assim, os ovos continuaram no processo de alta.

Para se ter uma noção, o preço dos ovos já está em patamares tão elevados, que supermercados já aceitam o parcelamento dos mesmos!

Ovo x Chocolate

Conforme já comentamos, o ovo de Páscoa não é visto apenas como um chocolate, mas como um presente específico para uma data celebrativa. Fora isso, existem marcas e símbolos por trás, que permitem o uso de imagens de desenhos, filmes e famosos. O custo disso acaba subindo, por conta dos direitos autorais. É até curioso ver alguns casos em que o ovo perdeu o seu formato e virou apenas algo secundário do produto, que passou a ser um brinquedo ou algum outro produto que vem com um chocolate junto. 

Por exemplo, se compararmos ovos infantis, ovos da mesma marca acabam ficando bem mais caros, inclusive mais que o dobro do preço, por conta do brinquedo que vem dentro. Procurando no mercado, é possível encontrar ovos com fone de ouvido, porta joias, canecas e diversos tipos de brinquedos.

Outra comparaçaõ que pode ser feita é entre o ovo de Páscoa e os chocolates (barras, por exemplo) que são vendidos o ano todo. A diferença também é gritante. Fazendo uma comparação entre o grama do ovo com o grama de uma barra de chocolate, ambos das mesmas marca e linha, exatamente do mesmo chocolate, o grama do ovo de páscoa custa R$ 0,16 e o grama da barra de chocolate custa R$ 0,06. Ou seja, o grama do ovo é quase 2,7 vezes mais caro.

Comparando também uma barra de chocote, um ovo de páscoa "normal" e um ovo de páscoa com brinquedo, todos da mesma marca e tipo de chocolate, temos o seguinte preço pelo grama de chocolate: R$ 0,31 com o brinquedo, R$ 0,22 o ovo simples e R$ 0,04 a barra.

Portanto, fique atento ao que você está comprando e veja se realmente vale a pena. No próprio exemplo acima, comprar um brinquedo separado e um chocolate podem sair, ainda assim, mais baratos que o ovo.

Uma boa opção e que valoriza pequenos negócios é a compra de ovos artesanais. Eles costumam ter um melhor custo-benefício, comparando a qualidade dos ovos.

Os últimos meses estão demonstrando uma retomada da economia, com empresas faturando mais, aumento salarias e recontratações. Deve-se tomar cuidado para não criar uma falsa ilusão. O ovo de Páscoa pode ser comprada, para quem deseja, porém, todo o planejamento e controle das finanças deve ser feito para ver quanto há disponível para comprá-los.












Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.